Alerta: gestação e Covid-19

09/11/2021 às 15:49

 

Dados preocupantes no último relatório do Observatório Obstétrico Brasileiro (OOBr) sobre o SARS-CoV-2. Desde o início da pandemia, são 1.926 gestantes e puérperas mortas pela Covid-19. Já são contabilizados 1.465 óbitos maternos em 2021, ou seja, 217% a mais do que 2020.

 

São números atualizados de Síndrome Respiratória Aguda Grave por COVID-19 para a população de gestantes e puérperas (OOBr COVID-19) e para a população infantil até 2 anos (OOBr COVID-19 1000 dias). A última atualização do SIVEP-Gripe disponível pelo Ministério da Saúde no site https://opendatasus.saude.gov.br/dataset é  3 de novembro de 2021.

 

Letalidade

 

Um destaque é a letalidade da doença em casos graves (casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave - SRAG): era de 7,3% em 2020 e saltando para 14,3% em 2021. Desde o início da pandemia, uma a cada cinco gestantes e puérperas mortas por COVID-19 não teve acesso a unidades de terapia intensiva (UTI) e 32,4% não foram intubadas.

 

Assim, entre março de 2020 até a última atualização, são 18.534 casos de SRAG confirmados por Covid-19 e, repetimos, 1.926 óbitos (11,6% dos casos finalizados). Isso sem contar outros 13.920 de registros com 369 mortes entre gestantes e puérperas com SRAG não especificada, que podem ser também episódios de SARS-Covid-19.

 

 

Voltar